FERREIRA, Angela Lúcia; DANTAS, George A. F. ; FARIAS, Hélio Takashi Maciel de; ALMEIDA, Caliane Christie Oliveira de; LIMA, Luiza Maria de Medeiros. A Dimensão Técnica das Secas e a Produção de Moradias Urbanas: Estudos Históricos Sobre o Território e a Cidade. In: X Seminário de História da Cidade e Urbanismo (SHCU), 2008, Recife-PE. CD ROOM do X Seminário de História da Cidade e Urbanismo (X SHCU). Recife, 2008.

Coordenação: George Alexandre Ferreira Dantas; Hélio Takashi Maciel de Farias; Caliane Christie Oliveira de Almeida; Luiza Maria Medeiros de Lima
Período: 2008
Resumo:

(Trabalho apresentado ao X Seminário de História da Cidade e Urbanismo - SHCU)

As secas apresentaram-se, desde 1877, como um problema de solução imprescindível para a nação brasileira em formação. Os engenheiros, que formavam a elite técnica e científica do país, tomaram para si a responsabilidade de estudar, compreender e combater o problema através de ações planejadas de intervenção sobre o espaço. Foi possível, a partir das propostas e discussões expostas em revistas de engenharia, relatórios e outras publicações por eles assinadas, fornecer indícios para compreensão do significado que as ações sistematizadas contra os efeitos das estiagens nas últimas décadas do século XIX e primeiras do século XX tiveram no sentido de indicar elementos para a análise do espaço e para a formação de um (então inexistente) corpo disciplinar de planejamento urbano e regional no Brasil.

A partir daí, desenvolveu-se uma das hipóteses a ser aprofundada: a busca e a construção do conhecimento sobre o fenômeno climático e principalmente o enfrentamento dos problemas sociais e econômicos relacionados às secas constituíram-se em um campo comum de debate, um tema chave que ajudou a forjar a cultura técnica no Brasil, e dos engenheiros politécnicos em especial, suas formulações e proposições de transformação do meio físico e social. Vinculados desde cedo à necessidade de pensar o Brasil como um país integrado, superando a antiga divisão territorial e a dessimetria entre as províncias, provenientes do período colonial e imperial, as reflexões, planos e ações dos engenheiros (como Aarão Reis, Saturnino de Brito e Henrique de Novaes) mobilizariam consciências para a construção da cidade moderna e, por conseqüência, de uma nação moderna.



Download
Últimas notícias
Ana Beatriz Targino apresentou trabalho no eCICT 2018
Yuri Simonini recebe prêmio da UNI-RN
Désio Silva aprovado mestre em Geografia