FERREIRA, Angela Lúcia; DANTAS, George A. F. ; FARIAS, Hélio Takashi Maciel de; ALMEIDA, Caliane Christie Oliveira de; LIMA, Luiza Maria de Medeiros. A Dimensão Técnica das Secas e a Produção de Moradias Urbanas: Estudos Históricos Sobre o Território e a Cidade. In: X Seminário de História da Cidade e Urbanismo (SHCU), 2008, Recife-PE. CD ROOM do X Seminário de História da Cidade e Urbanismo (X SHCU). Recife, 2008.

Coordenação: George Alexandre Ferreira Dantas; Hélio Takashi Maciel de Farias; Caliane Christie Oliveira de Almeida; Luiza Maria Medeiros de Lima
Período: 2008
Resumo:

(Trabalho apresentado ao X Seminário de História da Cidade e Urbanismo - SHCU)

As secas apresentaram-se, desde 1877, como um problema de solução imprescindível para a nação brasileira em formação. Os engenheiros, que formavam a elite técnica e científica do país, tomaram para si a responsabilidade de estudar, compreender e combater o problema através de ações planejadas de intervenção sobre o espaço. Foi possível, a partir das propostas e discussões expostas em revistas de engenharia, relatórios e outras publicações por eles assinadas, fornecer indícios para compreensão do significado que as ações sistematizadas contra os efeitos das estiagens nas últimas décadas do século XIX e primeiras do século XX tiveram no sentido de indicar elementos para a análise do espaço e para a formação de um (então inexistente) corpo disciplinar de planejamento urbano e regional no Brasil.

A partir daí, desenvolveu-se uma das hipóteses a ser aprofundada: a busca e a construção do conhecimento sobre o fenômeno climático e principalmente o enfrentamento dos problemas sociais e econômicos relacionados às secas constituíram-se em um campo comum de debate, um tema chave que ajudou a forjar a cultura técnica no Brasil, e dos engenheiros politécnicos em especial, suas formulações e proposições de transformação do meio físico e social. Vinculados desde cedo à necessidade de pensar o Brasil como um país integrado, superando a antiga divisão territorial e a dessimetria entre as províncias, provenientes do período colonial e imperial, as reflexões, planos e ações dos engenheiros (como Aarão Reis, Saturnino de Brito e Henrique de Novaes) mobilizariam consciências para a construção da cidade moderna e, por conseqüência, de uma nação moderna.



Download
Últimas notícias
Grupo tem nova doutora em AU
III SEMANAU recebe pesquisadores do HCUrb
Bolsistas apresentam trabalho na UFPA